Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite

Suaves soam os cantos dos grilos
Dando vida ao breu na noite que segue
Iluminada por estrelas vigilantes
Que a lua clara, solitária rege.

Sapos, cães, gatos e gemidos
Todos avançam para os ouvidos insones
Numa melodia embalando sonhos perdidos
E olhares fixos que a solidão consome.

O frio sugere uma manta ardente
E os pés se encostam pedindo aconchego
A noite jaz derradeira na penumbra
Chega o dia, destituindo o sossego.
Lú Garcia
Enviado por Lú Garcia em 21/10/2005
Código do texto: T61860
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lú Garcia
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 47 anos
25 textos (600 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:32)
Lú Garcia