Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os teus olhos

Não me engana com os teus olhos, percebo sua chama o seu jeitinho de criança,  em casa, num bar ou numa praça, o que há de mal.
Você com toda essa delicadeza este ar de nobreza, as vezes  me deixa sem respirar, mesmo entre flores, palmeiras, querubins, jasmins sei lá, vê se olha para mim, quero perceber seu astral não há nada de mal.
Cadê você com sua boca de cristal.

Viviane de Matos
Enviado por Viviane de Matos em 22/08/2007
Código do texto: T619028

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Viviane de Matos
Goiânia - Goiás - Brasil
317 textos (71229 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 16:58)
Viviane de Matos