Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DIA DO ALICERCE


Animistas vorazes habitantes do corpo em ligações cerebrais
Selando trabalho sentimento humano onde
o artista realça seu instinto criador.
Cobertura de chocolate, incrível!.
Unidade de receita e paladar.

Nos confins do oco mundo me encontro
No corredor com muitos quartos
Em cada porta um número
Com sua marca tatuada na luz plutônica acesa

Introduzindo um sonho, um pesadelo
Longínquo o tempo no qual fiquei meladinha
reclusa à fantasia

Escondida da memória inicia
pulando de quarto em quarto
de número em número uma enorme amarelinha

O quarto rosa é de algodão e espiritos
O cheiro do leite invade o odor
O bebe ali no berço a mercê do humano ser

Enamorou-se sacia a vida naqueles seios
Com bicos de mel ou fel desconheci
Da mulher ali ao lado há olhar o tempo

O quarto azul é indicador
A criança matutina entra no jogo do iniciador.

O quarto vermelho com asas perfumes e beijando flor
No jardim vermelho estás ouvindo as gargalhadas do gozo ambigrama
Dourando o bordado brilhando a seda em trajes máscaras
Cobrindo os medos impostos nesse acúmulo de vida.







Neuza Ladeira
Enviado por Neuza Ladeira em 29/08/2007
Código do texto: T628585

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Neuza Ladeira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 67 anos
259 textos (4919 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 12:57)
Neuza Ladeira