Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

vozes do sertão

Quando amanhece canta o galo no terreiro, ouve o grito do campeiro muge o gado no curral. A passarada canta em coro esridente, nhabú alegrimente a piar no matagal.
E o sertão tem assim tanta beleza, nos braços da mãe natureza magestoso a reclinar,
E quando anoitece a genedeita noterreiro,comtempla o ceu brasileiro olhando estrelas mudar de luga. No jardim borboletas coloridas beija-flor enfeita a vida dando um toque divinal, A garrinchinha faz seu ninho na comeéira e a tarde na capoeira canta alegre o
cardeal. E lá no fundo o murmúrio da cascata ao crusar o meio damata como a nota de uma canção. e lá no céu brilha a lua cor de prata e uma vióla em serenata formam as vozes do sertão.

( REGISTRADA)
Mestre Joaquim
Enviado por Mestre Joaquim em 30/08/2007
Código do texto: T630603
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mestre Joaquim
Porciúncula - Rio de Janeiro - Brasil, 66 anos
13 textos (742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 00:32)