Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apenas Sou

Sinto dor em minha mente
Meu coração se esvazia
Raiva pulsa freqüente
Queima meu estômago, azia.

O mal gosto de teu perdão
Amarga minha existência
Todas as vezes que ouço o não
Aumenta minha indiferença

Teu ódio minha alma enegrece
Sinto a faca fria, o corte
Meu corpo não suporta, padece
Sinto o alento, meu último suspiro, morte

Hoje desenho meu pensamento
Sem medo ou falsidade
De que vale a vida sem momento
Riso sem felicidade

Não espere da minha parte
Rosas no seu jardim
Mantenha-se preso entre grades
Vivo livre, sou assim
Antonio Basrha
Enviado por Antonio Basrha em 31/08/2007
Código do texto: T632063
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Basrha
São Paulo - São Paulo - Brasil
18 textos (714 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 20:15)