Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esconderijo


Das maiores vontades
dos mais brandos rancores
com olhos mostram a vida
que se esconde de seus amores

A braveza da pele
nos finos graus das barreiras inconstantes
seus furos nunca foram tão viáveis
das maiores paredes e (e)instantes

Ficaria a passar
como tantos mesmos que passam a mostrar
o branco do interior
o vazio na dor do amor
a espera sendo aquele que no seu papel faria
no seu melhor dia de ator

Marias Sophias e antigas Magias
que mais belo farias
se soubesse esconder
que nos dedos nos sentidos ficaria a calmaria
pra tentar me enlouquecer?

Se das vezes olharia
e não conseguisse ver?
Seria o mesmo que matar
o sentido e a graça de viver.
Olívia Campos
Enviado por Olívia Campos em 01/09/2007
Código do texto: T633768

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Olívia Campos
Patos de Minas - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
18 textos (1533 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 19:10)
Olívia Campos