Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dor

DOR

A dor é dor.
Mas, aquela que é minha
Consola-me
Porque não me deixa sozinha.

A dor de amor
Não é uma dor qualquer.
É aquela que acalma a alma
De um homem ou uma mulher.

Se há amor, mesmo dolorido
O mundo fica mais colorido,
As dores criam nova vida
Como de uma mulher parida.

Dor de mãe, dor de amante,
Faz meu peito ofegante,
O meu futuro sorrir,
E a esperança surgir

Gilda Porto
Enviado por Gilda Porto em 05/09/2007
Código do texto: T639981
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gilda Porto
Petrópolis - Rio de Janeiro - Brasil
131 textos (16593 leituras)
1 e-livros (151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 21:22)
Gilda Porto