Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRISTE, MUI TRISTE ESTAVA


Sozinho e distante em noite calma
O silêncio penetra a alma confusa
Canções sem melodias pairavam
Triste, mui triste estava.

Uma luz embaçada dava um brilho falso
Sombras de mim desconhecida
A solidão nem sempre edifica
Incongruência de mim mesmo

Brisa leve, insólita e passageira
Incomum estágio de estar de só
Sem você aqui sinto falta de mim
Mas você estava aqui bem longe

Noite adentro vida inteira por viver
Pensamentos me invadem
Sonhos por realizar em noite longa e tranqüila
Amanheci sozinho perto você

Sozinho e distante em noite calma
O silêncio penetra a alma confusa
Canções sem melodias pairavam
Triste, mui triste estava.


Nathan Oliveira

Natalino Oliveira
Enviado por Natalino Oliveira em 27/10/2005
Reeditado em 27/10/2005
Código do texto: T64175
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Natalino Oliveira
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil
29 textos (2315 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:42)
Natalino Oliveira