Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOPRO

Já estou estafado
Abatido, esgotado e exausto.

Veja a minha face amainada,
O meu corpo magro flagelado
E entenderá muito bem o que grito.

É a última vez que tento.

Caso perca,
Arrancarei esse amor de mim
Com as minhas próprias mãos finas e macias.

Já estou ferido
Amargo, magoado e acrimonioso.

Amo-te,
Mais do que eu quero
Que eu possa imaginar.

Esse é o último sopro.

Vou dar voz ao amor
Crendo que dessa vez
Chegarei até o fim.
mário cardoso
Enviado por mário cardoso em 10/09/2007
Código do texto: T646048

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site http://recantodasletras.uol.com.br/autores/abelha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mário cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 32 anos
370 textos (15028 leituras)
3 áudios (243 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 16:36)
mário cardoso