Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Penso em um homem


Penso em um homem que conheci há muito tempo
e me beijou no portão.
Eu não me lembro de seu nome.
Que coisa engraçada: será que gostei?
É isso: Ele cheirava a cigarro barato
e eu não gostei.
Seu nome era Fernando.
(Ou será que era Orlando?)
Tinha mãos fortes e canelas finas.
Estava com meias azuis.
Penso em um homem chamado Fernando
enquanto bebo um copo de vinho branco.
Tudo o que me lembro deste homem
que me beijou na boca
cheirando cigarro barato
é que tinha canelas finas
meias azuis
e mãos fortes.
Ah, o vinho!
Quanta coisa desenterra!
Meu coração se enche de ternura por esse homem.
Será que seu nome era mesmo Fernando?
Mas, que importância tem afinal o nome de um homem?
Podia ser Benedito, não ia fazer diferença.
Mas a ternura, esta ternura que sinto agora,
por esse homem de quem nem sei o nome!
Esta ternura eu não vou esquecer.

( Do livro inédito: Com meus olhos de sombra) 
 


Maria Olimpia Alves de Melo
Enviado por Maria Olimpia Alves de Melo em 11/09/2007
Código do texto: T647200

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para http://marilim.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Olimpia Alves de Melo
Lavras - Minas Gerais - Brasil
1107 textos (324108 leituras)
1 e-livros (258 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 06:53)
Maria Olimpia Alves de Melo