Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chuva Sagrada

Os olhos deles me rasgam de dentro para fora.
A minha vida se vai, escorrendo em gotas de sangue,
Diluindo-se em meio a água da chuva que cai,
Descendo pelos bueiros da cidade.
Morrendo.
Eu já estou há tanto tempo ali.
Uma flor caída no chão.
Eu caindo no buraco sem fim.
A rua está vazia.
Quando a flor não puder mais resistir
Ela também será levada pelas águas dessa chuva.
Então serei apenas eu estirada no asfalto.
Caindo no buraco sem fim.
Tingindo o mundo de vermelho
Em espasmos de insanidade.
Eu choro.
Eu vejo tudo daqui de cima e choro.
Choro a chuva sagrada que dilui a minha vida.
A chuva sagrada que a leva pelos bueiros da cidade.
A chuva sagrada que arrastará a flor.
Schmetterling
Enviado por Schmetterling em 11/09/2007
Código do texto: T648471
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Schmetterling
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
10 textos (276 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:40)
Schmetterling