Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ABORTANDO

palavras cuspidas
fervente.
São 40 graus de febre.
Injúrias.
Nem hipoteticamente quero ser doce
ou céu de boa estação.
As rimas que não assumiram formas
em poemas de amor.
Interrompidos.
Por um tempo de estagnação
as coisas minhas que não chegaram.
Meu sagrado e profano
em branco e vermelho:
é um meio tom rosado confuso,
é mistura agora.
Eis aqui
tudo que eu trazia já.
E o que viria a ser vida em mim
(mesmo oculto).
- Fim.
pedro amaro
Enviado por pedro amaro em 12/09/2007
Código do texto: T648989
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pedro amaro
Barra do Piraí - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
35 textos (1223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 06:31)
pedro amaro