Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não há colírio igual a lágrima

Minhas dores passadas, hoje, me servem como um bálsamo.
O segredo da vida longa é não deixar nenhuma ferida aberta.
As cicatrizes são a nossa história, registrada em nossos genes.
O choro é o contraponto da festa, assim como a morte o é do nascimento. Mas o choro é a chuva necessária no momento. Triste como é a própria chuva, contraponto que é do sol radiante. Mas a chuva nunca é o fim do mundo - exceto uma vez, dizem. Passada, ela viceja e revigora a terra. Mesmo quando enchente. O choro também. Secas as lágrimas, enxergamos além.

D.S.

Djalma Silveira
Enviado por Djalma Silveira em 12/09/2007
Código do texto: T649324

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Silveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 49 anos
267 textos (10551 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/17 04:07)