Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O momento

Como dizia, a tristeza é um êxtase
Silencioso, maravilhoso
E há dias, dias severos
Em que abro os olhos
E me visto de tristeza
De poesia
Pois a minha tristeza
Quase sempre é uma poesia mal-feita
Que não consigo acabar
Por mais que eu implore
Às musas que me salvem
Ou me condenem de uma vez só.
Por mais que se maldiga
E se bendiga
Por mais que
Tudo
Dela não consigo me distanciar.
Está em mim
É minha carne
Minha carne encharcada de sangue.
Minha carne que por vezes se dilacera
Mas que se reconstrói.

Poesia é vida e morte.
Rosiel Mendonça
Enviado por Rosiel Mendonça em 15/09/2007
Código do texto: T654178

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rosiel Mendonça
Manaus - Amazonas - Brasil, 27 anos
69 textos (2370 leituras)
2 e-livros (263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:20)
Rosiel Mendonça