Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PROCRASTINADOR PROEMINENTE DA PROBABILIDADE

PROCRASTINADOR PROEMINENTE DA PROBABILIDADE



Vês a beleza de minha alma por dentre estes olhos ?
Imputrescível, não ? Ininteligível amor ?
Vês a aura inexaurível que acompanha meus pensamentos audaciosos ?
É a controvérsia de um fogo que há muito já se apagou

Relembro que um dia fui menos impuro
Sei que os meus olhos já mudaram de opinião
E que aquelas palavras inexoráveis estão no escuro
Mentiras assíduas de promessas ineficazes sobre uma revolução

Me lembras estes discursos farfalhantes, falsamente belos, esconjurados em longas folhas
E também aquela postura inverídica, tristemente cívica, civilizada tristeza, da dor que não arde
Dubitativo é o caminho das prováveis, incertas e eternas, quadradas esferas, escolhas
O que foi protelado com excelência gerou falsas riquezas, expulsou os valores, criou o covarde

Depois de nada, caro amigo, já não és caro como foste antes
Agora és um produto qualquer, lapidado como um diamante
Sim , foste moldado e castigado pela própria potencialidade e palavra
Lá para os teus falsos profetas, ganhaste; e para ti, barato amigo, o que achaste ?

Uniu-se aos espíritos malevolentes, escarnecendo a democracia
Tragou o fumo dos soldados valentes, mas escarrou na própria utopia
Ah, não és um prodígio, és falsa harmonia. Tens a vontade, mas falta o ato
Sai do espelho arco-íris, por ti. Vence a luta e faz a fato, por mim.


[escrito durante 2006.. não lembro quando.]
João Guilherme Magalhães Monteiro de Almeida
Enviado por João Guilherme Magalhães Monteiro de Almeida em 18/09/2007
Código do texto: T658581
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Guilherme Magalhães Monteiro de Almeida
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
10 textos (636 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 20:34)
João Guilherme Magalhães Monteiro de Almeida