Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INFÂNCIA

brinquei tantas vezes
sem medo
e totalmente irresponsável
e a vida
me parecia mais leve
eu podia correr
e brincar nos tubos
colocados nas praças
perto de casa
dizia te amo para todas
as moças que sorriam
para mim
tocava as campainhas
jogava bola de gude
e sempre perdia
tinhas muitos amigos
e pouca maldade
não me defendia
eu não precisava
me defender
queria apenas brincar
eu não me preocupava com o que as
pessoas iam dizer
e elas apenas diziam:
um dia você vai crescer
elas tinham razão
eu cresci
EDUARDOS POETA
Enviado por EDUARDOS POETA em 20/09/2007
Reeditado em 20/09/2007
Código do texto: T660469

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EDUARDOS POETA
São Paulo - São Paulo - Brasil, 47 anos
30 textos (481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 19:23)
EDUARDOS POETA