Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sopro ardente

Sopro ardente

O calor que te queima
o peito e sai pelas mãos,
é o sopro da vida, suave e ardente.
Fugindo do subterrâneo da alma
toca meu corpo enfermo
e faz do suspiro a eternidade,
como outra vida.
Lembranças?
Neste contorcer de árvores
espreitando os sons conduzidos
na gelidez de uma noite
que foi ninho a colisão
de nossos corpos vagando,
como plumas perdidas no espaço,
que fomos...que somos.
Cada grito que sinto,
rasga meu peito como
o sopro ardente.
No caule da dor
sentir-se vivo.




Camper
Enviado por Camper em 01/11/2005
Reeditado em 13/05/2011
Código do texto: T66061
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Camper
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 38 anos
70 textos (1949 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:47)
Camper