Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TORPE EXISTÊNCIA

Tarde fria, cinza e lenta.
Sentimentos vagos...
Alma insípida, turva e tênue.
Corpos e formas
vagam por vielas desconexas,
nutridos pela  ilusão.

   Coros uníssonos
   vangloriam sentidos criados,
   destinos traçados
   pela  pena
   ilegítima e louca,
   que livre, aprisiona vozes,
   gritos e lágrimas,
   nos densos volumes
   da etérea existência.
MARCO ANTONIO BREGONCI
Enviado por MARCO ANTONIO BREGONCI em 22/09/2007
Reeditado em 23/09/2007
Código do texto: T664259
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MARCO ANTONIO BREGONCI
Colatina - Espírito Santo - Brasil
113 textos (3963 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 20:25)
MARCO ANTONIO BREGONCI