Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE MARX FOSSE PEÃO




A estância se acordou
Em dia de  campereada,
Chiando pelas cambonas
Pra se iniciar a mateada.

De repente, um peão barbudo,
Atando a segunda espora,
Abriu a boca sisuda,
Pondo os olhos campo a fora.

E falou pros companheiros
De mesmo rumo e ofício
Numa tal de mais-valia,
Falando em tom de comício.

Contando um pouco de história,
Revoluções, coisa e tal,
Foi falando de trabalho,
Propriedade e capital.

Terêncio ficou sabendo,
Com os óio arregalado,
O que nunca, então, pensara:
“Todo o peão é explorado?”

E aquele peão barbudo,
Com a melena comprida,
Foi falando, enquanto via
Toda a peonada reunida.

“A peonada leva a tropa
Pra morrer no matadouro.
Esfola a bunda nos basto,
O sol véio queima o couro,
Mas o patrão barrigudo
É que embolsa todo o ouro.

Se madruga todo dia
Pra laçá e curá bicheira,
Se afunda os garrão no barro,
Com essas vaca da mangueira,
E o que nos sobra de tudo?
- Só hemorróida e frieira.
 
 
E ainda fazem rodeio
em nome da tradição.
Os boi de língua de fora
Pra alegria do patrão.
O que era duro ofício
Se transforma em diversão.

E tem mais: a propriedade
Deve ser de quem trabalha.
Quem sustenta a casa-grande
São nossos rancho de palha.
Se a peonada joga truco,
O patrão é quem baralha.”

Nisto, chega o capataz,
Sempre de cara amarrada.
O Carlos fica solito,
Falando pra madrugada.

“...E tem gente trabalhando,
Sem ter carteira assinada!”

Cada um pegou seu laço,
Pra mais um dia de lida.
O sol campeiro encilhou
A pampa verde estendida.

E aquele peão, no outro dia,
Pediu as contas, se foi,
Tangendo um sonho distante,
Ouvindo um berro de boi.

Alguns dizem que o patrão
É que o botou porta a fora,
Porque não tinha no lombo
As marcas da “velha espora”.

E seguiu a velha estância
No mesmo tranco, afinal:
Terêncio tirando leite,
Nestor montando bagual.

O patrão com a guaiaca
Forrada dos “capital”.


JUAREZ MACHADO DE FARIAS
Enviado por JUAREZ MACHADO DE FARIAS em 02/11/2005
Código do texto: T66476
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JUAREZ MACHADO DE FARIAS
Piratini - Rio Grande do Sul - Brasil, 48 anos
6 textos (728 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:32)
JUAREZ MACHADO DE FARIAS