Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dunas

Velar a vida como se vela o vento
Sem som , sem vereda, sentimento
E a água vai em uníssono movimento
Calor e frio unindo, aquecendo

Livre por entre os grãos
Vai levando os sedimentos da construção
Se veloz e lento no coração
Faz das rochas os diamantes da ocasião

Ao simples tormento , alegre vento
Dispersa as nuivens do pensamento
Se cai neve no inverno invento
Removendo as nuvens para mudar o tempo

Viver sonhando, se canta sendo
Pelas veleidades perfeito e lento
Ver do alto voltando a tempo
Ver da vida o que fez o vento  
Franciane Cruz
Enviado por Franciane Cruz em 02/11/2005
Reeditado em 29/07/2006
Código do texto: T66554
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Franciane Cruz
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
43 textos (2527 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:38)