Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIO

A sua voz tornou-se canção aos meus ouvidos
A mais perfeita que alguém pôde cantar
Versos que em acordes mais parecem
A paz que busco e não sei onde encontrar.

E essa música fez-se saudade no meu peito
Como a infância que perdi em algum lugar
Jardins baldios que deixei pelo caminho
Latitudes longínqüas onde fui me procurar.

Se a vida tivesse um tom, seu tom teria
Dedilhado em claves de sol, ondas no ar
Mesmo o oblíqüo silêncio que toca o vazio
Nos seus braços onde meu sono fui deitar.

Se a vida fosse uma canção, seria a sua
Sobre o som que entoam velas ao mar
E que no largo vazio a mercê dos dias
Sem querer dentro de mim vem navegar.
Franciane Cruz
Enviado por Franciane Cruz em 02/11/2005
Reeditado em 31/01/2007
Código do texto: T66597
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Franciane Cruz
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
43 textos (2527 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:58)