Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ausente

Morro a cada momento
Sentindo-me sozinho
Enfrentando o intento
Seguindo o caminho

Apesar da causa inexistente
A dor aparece repentinamente
Não entendo o sentimento presente
Ao qual convivo paciente

Sedento, pensativo e carente
Recitando poesias tristes
Entoando músicas doentes
Procurando respostas ausentes

Qual a causa correspondente
Deste corpo sem mente
De vida indecente
Sem um futuro aparente

Fernando Flor Airoso  24/09/2007 16h05min
Airoso
Enviado por Airoso em 24/09/2007
Código do texto: T666496
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando Flor Airoso). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Airoso
Itapema - Santa Catarina - Brasil, 39 anos
59 textos (4658 leituras)
1 e-livros (33 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 03:07)
Airoso