Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MIRANTE

No alto do morro,
ergo um monumento ao Tempo,
indelével, permanente,
construído com as pedras
dos caminhos percorridos
na lentidão dos dias sem idade.
Deixo portas abertas ,
por onde outros peregrinos como eu
possam entrar livremente,
renovando recordações
e acrescentando-lhes detalhes,
amadurecidos em palavras-cheias.
Acendo velas nos quartos,
para que acrescentem brilhos dourados
á intensidade dos seus olhares,
se falarem de amor.
Estendo tapetes persas,
para que acolham suavemente
o regresso dos seus passos,
abafando o cansaço.
E acrescento portas fortes,
por detrás das quais
só se escutem silêncios,
no decorrer das histórias que possam contar.
Com tudo pronto,
parto eu pela poeira dos caminhos...

Setembro 2007
Henrique Mendes
Enviado por Henrique Mendes em 24/09/2007
Código do texto: T666853

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Henrique Mendes
Montijo - Setúbal - Portugal, 61 anos
290 textos (14331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 11:49)
Henrique Mendes