Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Feridas

Pra que tantas feridas no meio da vida
A morte certa é a despedida
Onde as flores mucham e os olhos fecham
Mundos caem e pessoas se deixam

O mundo então constroi a sua destruição
E a morte em vida é uma triste canção
Laços se rompem e lágrimas brotam
Famílias acabam e cores desbotam

Se o poeta fosse eu queria amar
Pois no final da noite seria o último no bar
E a nota seca do violão desafinado
Seria um motivo pra eu ficar animado

Pra que tantas feridas no meio da vida
Mas a minha morte jovem e minha despedida
E a animação do meu violão desafinado
E a força pra morte de um homem desesperado

20/09/2007

Hermann Hoffman
Hermann Hoffman
Enviado por Hermann Hoffman em 25/09/2007
Código do texto: T667229
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hermann Hoffman
Estância - Sergipe - Brasil
31 textos (1750 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 09:44)
Hermann Hoffman