Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FLORECER

Eu, cactus do sertão
tentei ser pedra,
luta vã,
não consegui.

Nasceram flores
ao amanhecer
do primeiro inverno

e lágrimas brotaram
da pedra
em plena seca.

Descobri:
sou cactus,
tenho espinhos,
mas não posso negar
minhas flores

e pedra é pedra,
chora, mas não ama.
Caio César Muniz
Enviado por Caio César Muniz em 25/09/2007
Código do texto: T667885

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio César Muniz
Mossoró - Rio Grande do Norte - Brasil, 44 anos
11 textos (628 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 19:32)
Caio César Muniz