Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FIQUE MAIS UM POUCO


              QUANDO ESCUTO SUA VÓZ,
              SOAR DE UMA MUSICA TÃO TRISTE,
              TENTO ASSIM DIMINUIR A SAUDADE QUE EXISTE,
              SEMPRE QUE FICO LONGE DE VOCÊ,
              COMO QUERO REVER.

              SEU CABELO COMPRIDO,
              SUAS ORELHAS COM BRINCOS
              COM O SEU SORRISO
              FICAVAM TÃO LINDOS,
              MAIS ASSIM ESTÁ TÃO BONITO.

              QUANDO LEMBRO  O CURTO DO PASSADO,
              SIMPLISMENTE SEI TER FITADO,
              O AMOR LAVANDO SEU CORPO SUADO,
              E POR FALAR EM PASSADO
              DEIXEI OUTRO RECADO, UM TANTO CHOROSO.
              DATEI DE 15 DE AGOSTO,
              SEM MOTIVO ALGUM.
              MAIS SE PODESSE ATÉ CHORARIA.
              TENHO VISITA
              E NÃO VEJO A HORA DE ME DEITAR.

              SENTI A SAUDADE SOPRANDO DE VOLTA A ALEGRIA.
              TEU OLHAR ME VENDO COMPOR COMO EU QUERIA.
              PARA ESTAMPAR UM SORRISO E ESCREVER,
              NO FIM DO POEMA VAMOS PARA A CAMA.

              LA VOCÊ ME AMA, BRIGA ME ARRANHA.
              DO SEU JEITO ME CHAMA DE LOUCO
             QUANDO DIGO É CEDO FIQUE MAIS UM POUCO.



DIEGO HUXLEY
Enviado por DIEGO HUXLEY em 28/09/2007
Código do texto: T672868

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DIEGO HUXLEY
Sobradinho - Distrito Federal - Brasil, 30 anos
221 textos (11155 leituras)
1 áudios (42 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 05:45)
DIEGO HUXLEY