Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA DE AMOR EXPLOSIVO


o verso que construo é grafado para gritar
o seu eco nominal dirigido, incontido. escuta!

tem seu nome, telefone, minha fome, a voz
destempero da agonia de quem abre o gás

palmo a palmo eu te espalmo dentro e fora
você mesmo além daqui é fato, ato constante

conquisto as terras para com teus pés plantar
os mil grãos urgentes que escondo nas mãos

uma porta de tranca, uma anca, o meu medo
tem desassossego dentro de todo esse querer

mas como barrar o movimento de expansão?
toda flor que recebe o sol quer sair do solo

é natural, coisa vital, é esteio e eu vou semear
molho com água, dou adubo, tiro leite do seio....


betina moraes
Enviado por betina moraes em 01/10/2007
Código do texto: T676258

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
betina moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
391 textos (3640 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 23:25)
betina moraes