Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ÚLTIMO CHAPÉU

Vovô partiu pra tão longe,
Em uma tarde cinzenta...
Não sei que céus procurava
Ou que destino queria.
Não era mais o campeiro
Que meus olhos encontraram,
Era um piazito franzino,
Encolhido na invernia.

Não trazia mais o pito
A fumacear no infinito.
Esqueceu a dentadura
E as histórias de memória.
Olhou-me antes de ir,
Ou talvez nem me encontrou:
Os netos crescem e ficam
Mais longe de seus avôs...

Vovô partiu pra tão longe,
Perguntando para os cantos
O paradeiro das coisas
Que um dia foram encantos.
Tão surdo, não escutou
O último adeus do vento,
Mas lembrou do testamento
E o tanto que se extraviou.

Os dois umbus silenciosos
E uma figueira xirua
Fizeram larga vigília,
Transpondo a noite sem lua.
E do mistério dos campos,
Entraram pelas janelas
Quatro acesos pirilampos
E acenderam quatro velas.

Vovô partiu pra tão longe,
Não sei por onde andará.
A terra que lhe escondeu
Não pode ser seu final:
Quem perseguiu as coxilhas,
Em seu tostado folheiro,
Transpõe as linhas da Morte
E as fronteiras do Silêncio.

Os braços que tantos laços
Esparramaram armadas
São moirões de tarumã
Costeando a várzea encantada!...
Tecendo a xucra labuta
Em carne dura e suada
E germinando as sementes
Da colheita ensolarada.

Os olhos que o Céu pintou
Com nuvens de tempo bom
Não são estrelas cadentes
Que sepultam-se no chão:
São duas vertentes guapas
Nascendo o milagre d’água,
Cacimba de mil barris
Puxados por mãos de enxada...

Vovô partiu pra tão longe,
Sem compreender a partida.
A dor ensina o aceno
Nos desencontros da vida...

Ficou no canto da sala
O seu último chapéu.
- Quem sabe de cor o rumo
Dos campos verdes do Céu?

JUAREZ MACHADO DE FARIAS
Enviado por JUAREZ MACHADO DE FARIAS em 05/11/2005
Código do texto: T67700
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JUAREZ MACHADO DE FARIAS
Piratini - Rio Grande do Sul - Brasil, 48 anos
6 textos (728 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:23)
JUAREZ MACHADO DE FARIAS