Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NASCER JUSTICEIRO

NASCER JUSTICEIRO

Como a semente santa que germina o ressuscitar,
como uma harmônica que jamais cantará,
como o mais belo sentimento oprimido no coração
é nascer um forte! é nascer um justiceiro!

Nascer eternamente um revoltado prisioneiro,
um decepcionado com o mundo sem benção,
nascer com a vontade imensa de repartir o pão
é nascer justiceiro! é não ter consideração...

Caminho gélido inatingível pervaga o lutador,
e sua justiça amargando o coração humano
que deseja o belo fim do desconhecimento e dor.

Por isso, nascer justiceiro é possuir um sol perdedor,
é ser caluniado, é ter um peito insatisfeito e insano.
Por isso, nascer justiceiro é nascer sofredor...




FERNANDO MEDEIROS
Campinas, é primavera de 2007.
FERNANDO MEDEIROS
Enviado por FERNANDO MEDEIROS em 02/10/2007
Código do texto: T677129

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor Fernando Medeiros e o link para o site www.recantodasletras.com.br/autores/fernandomedeiros). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FERNANDO MEDEIROS
Campinas - São Paulo - Brasil, 54 anos
155 textos (8769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 07:04)