Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Declaração de Amor

O que é que amo quando te amo, Deusa minha?
Amo a ternura e a verdade do teu choro
Amo o teu pedido na tua primeira emoção, já bem distante.
Lembro que depois de te ouvir chorei sozinho.
Amo teu andar diferente e envolvente,
quando no amanhecer dos dias que se foram,
vinhas em minha direção, perfumada, elegante, radiante,
às vezes com um “bom dia”, às vezes com teu silêncio.
Mas vinhas para matar minhas dúvidas
e encher minha vida de segredos e de alegrias.
Amo o primeiro beijo, que foi leve e concordado, mas surpreendente,
pois era um beijo primeiro em uma Deusa.
E minhas mãos trêmulas, apesar das minhas estradas, percorreram docemente o teu ventre.
Amo a tua voz (rouca? Não, romântica!)
Amo o teu sussurro, as tuas fugas e o teu retornar.
Amo a vida que me dás quando estou contigo,
e mais do que isso,
Amo o sonho de te fazer feliz todos os dias que restam da minha vida
Amo a certeza de saber que será extraordinário viver contigo.
Gorki Silva
Enviado por Gorki Silva em 06/11/2005
Código do texto: T67907
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gorki Silva
Fortaleza - Ceará - Brasil
286 textos (17484 leituras)
3 áudios (612 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:57)
Gorki Silva