Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESAPRENDI


Desaprendi a chorar
Quando aprendi que o amor que me faz sofrer
É o amor que deveras sinto.

Amor não é sinônimo de felicidade e paz,
É um sentimento dúbio, sagaz e severo,
Verdugo de seu cativo
Que embora livre se deixa aprisionar,
Dependente de seus mal tratos
Que afagam a necessidade de tê-lo.


Desaprendi a sorrir
Quando aprendi que o amor que me faz viver
É envolvente como absinto.

Amor que não acaba e sempre se quer mais,
Mais do que se tem, e do que se possa ter,
Amor pelo qual eu vivo
E embora livre, me deixo cativar,
Pelos grilhões de seus cuidados
Que afagam a necessidade que tenho.
Igor José
Enviado por Igor José em 04/10/2007
Código do texto: T680007
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Igor José
Itaperuna - Rio de Janeiro - Brasil, 37 anos
12 textos (493 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/17 03:01)