Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRIMAVERA POEMA

Densos tapetes de folhas esquecidas
pretéritos sons, esvoaçantes cortinas
nuas árvores emolduradas pela retina
do tempo perene e repetitivo.

Derradeiro sonho outonal
desdenha o inverno
criando em si um eterno desejo
do imaginar cores e flores.

Memória viva, atenta
desperta involuntária paixão
um amar intenso a verdejar
nos campos e versos do poeta.

Ciclo da vida mensageira
não mais sussurra
eclode florida primavera
poema único da existência.
LigiaTomarchio
Enviado por LigiaTomarchio em 17/03/2005
Reeditado em 10/10/2008
Código do texto: T6821

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LigiaTomarchio
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
29 textos (2008 leituras)
4 e-livros (2201 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:31)
LigiaTomarchio