Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canção da Noite

              Canto esta canção, como outro não cantaria,
              Alço vôo solto na imensidão
              Largas asas vagando no vento
              Vagalhão que levanta no ar som de trombeta.
                   
              O vento da noite sopra
              Solto as cordas, velas abertas
              Sou o barco lançado além do horizonte
              Sem porto, sem rumo, sem carga

             A vida suspensa pelo tênue fio da esperança
             Hoje, amanhã, quem sabe?
             Na eternidade do silêncio
             Sigo rumo ao infinito ...

            Canto esta canção, como outro não cantaria.
            Meu canto, meu espanto,
            Meu barco sem rumo,
            Minha vida num segundo
               
ana jacinta
Enviado por ana jacinta em 07/10/2007
Código do texto: T683950

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ana jacinta
Curitiba - Paraná - Brasil
8 textos (560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 14:41)