Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM TI!

Sem ti sou vazio
Sem ti, solidão
Sem ti, o fastio
Sem ti...meu irmão!

Sem ti, eu sou nada
Sem ti, o queixume
Sem ti, madrugada
Sem ti, não sou lume!

Sem ti, ingratidão
Sem ti, infinito
Sem ti, a canção
Que eu canto num grito!

Sem ti, a ilusão
Sem ti, não existo
Por ti, voo alto
Por ti, eu persisto!

Sem ti, a tristeza
Sem ti, agonia
Sem ti, incerteza
De ter alegria!

Sem ti, teu sorriso
Sem ti, teu olhar
Sem ti, meu juízo
Leva ao paraíso
Da noite...sem par!
O Poeta Alentejano
Enviado por O Poeta Alentejano em 07/10/2007
Código do texto: T684495
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Poeta Alentejano
Portugal, 50 anos
855 textos (13801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 08:47)
O Poeta Alentejano