Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu vivo


A imagem que virou miragem quieta guardada
Ribomba como nos tambores
A graça da dança prima Isadora
O rito pasma a natureza.

Indo e vindo domesticar a dor
A certeza da morte sulcou... Habitua-se a selvas
Ressoando violenta em "Tropa de Elite  "odiando espécies
O convívio se restringe as formalidades...apenas números numa inversão deste estado monstruoso.
Afinal a sociedade é feita para nos servir, mas servimos nós a ela.
Agora um país ameaçador onde a vida pouco vale
 

Neuza Ladeira
Enviado por Neuza Ladeira em 10/10/2007
Código do texto: T688087

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Neuza Ladeira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 67 anos
259 textos (4920 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 04:04)
Neuza Ladeira