Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIÁRIO INCONFESSÁVEL

Eu bem sei que ser gente / sendo cristão batizado / é o ser mais exaltado / de tudo que é vivente / mais meu deus onipotente / senhor supremo e celeste / triste do corpo terrestre / que a voz há de ofender / acho de bom parecer / que mais vale ser bicho agreste.  - Autor Desconhecido -

Nem..
mesmo...

Em dimensões mentais
a vivência se comunica...
expressando as mesmas idéias
num temporal de opiniões
nos dramas vivenciados
assim como nas lutas por elevação
para a redenção da matéria ao espírito
ou a sublimação da dor em anestesia.

Se o incomunicável não me fosse forte
nem que de poesia eu não gostasse
nem que da leitura eu repudiasse
mesmo que ortodoxo ou judeu eu fosse
nem que desalienado fosse eu
nem que obediente ao modernismo fosse
nem que o “fosse” virasse de cabeça para baixo.

Mesmo artista eu seria
poeta das águas, artista da pobre arte
da arte marginalizada em sua base
da arte feita egoisticamente para mim
da poesia com diário inconfessável.

Nem que o suspiro virasse alívio
nem que o troféu como artista seja a miséria
nem que pelo papel riscado ganhasse vermes
artista mesmo assim seria
mesmo que sem razões aparentes
mesmo que influenciado
mesmo que pessimista e tolo
mesmo que anti-lírico escarrado
assim mesmo seria artista
mesmo que a descrença no humano fosse renovada
mesmo que os espinhos fossem recolhidos
mesmo que tudo!!!
escreveria nem que fosse duas letras numa carteira de cigarro.
Ozimar Júnior
Enviado por Ozimar Júnior em 09/11/2005
Reeditado em 26/07/2008
Código do texto: T69249
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ozimar Júnior
Canindé - Ceará - Brasil
39 textos (805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 09:59)
Ozimar Júnior