Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VEJO PESSOAS

VEJO PESSOAS

Vejo pessoas
Pessoas que por se
Vestirem um
Pouco melhor
Sentem-se acima
De outras pessoas

Vejo pessoas
Que por terem
A beleza física
Que é temporária
Olham pra outras
Com desdém

Pessoas que
Em terem seus
Bolsos cheios
Acham-se maiores
Que as outras

Observo pessoas
Que por trazerem
Consigo uma inteligência
Aguçada sentem-se
Superiores às outras

Percebo pessoas
Que julgam as
Outras sem o mínimo
De caridade

Vejo pessoas
Inescrupulosas
Que brincam com
Os sentimentos
Das outras
Sem ao menos
Sentirem vergonha
Por isso

Pessoas que usam
Outras pessoas
Para tirarem proveito
Nas mais diversas
Situações

Vejo pessoas
Totalmente sem
Consciência do mal
Que fazem aos
Outros

Pessoas que riem
De outras
Sem compaixão nenhuma
Como se isso
Fosse normal

Como se o “normal”
Fosse fazer pilhéria
Com a aparência
De seres considerados
“diferentes” e que chamam
De “feias” ou
“esquisitas” e até
Mesmo “engraçadas”

Vejo pessoas
Sem fé nenhuma
Por não admitirem
Que HÁ um
SER SUPERIOR
Porque seu orgulho
Não admite se
Sentirem  menores

Vejo pessoas
Destruindo sonhos
Desmoronando estruturas
Levantadas a custo
De muita dor

Pessoas que não
Dão valor às
Coisas que realmente
Importam
Porque estão presas
Demais a valores
Efêmeros

É com tristeza
Que percebo em
Algumas pessoas
O mal que reina
Pela ausência
Total do bem

Mas também
Vejo pessoas
Que se importam
Muito com o
Que sentimos

Pessoas que lutam
Por dias melhores
Que tentam viver
Com dignidade
Que mesmo chorando
Conseguem ver
O lado bom da vida

Vejo pessoas que
Aproveitam cada
Oportunidade de melhoria
Que lhe surge
À frente

Pessoas que têm fé
No Pai Maior
E que acreditam
N´Ele com toda
A força do seu coração

Olho para os lados
E consigo ver
Pessoas humildes
Que sentem prazer
Em ajudar o próximo
Esquecendo assim
Seus próprios
Problemas
Ao menos por instantes

Vejo pessoas que
Têm ideais divinos
Deixando assim
Sair o DEUS
Que há dentro de si

Pessoas que conseguem
Fazer valer seus
Valores morais
Porque é a eles
Que  dão a
Importância devida

Vejo pessoas que
Fazem a sua parte
E que não ligam
Para a opinião
Alheia
Porque a única
Opinião que lhes
Interessa é a do
Criador

Pessoas que
Defendem e perseguem
Seus objetivos
E mesmo que não
Os alcancem não
Perdem jamais
A esperança

Porque compreendem
Que tudo tem seu tempo
E que o SENHOR
Do tempo
Lhes dará conforme
Sua necessidade
E merecimento

Vejo pessoas
Que valem a
Pena conhecer
E fazer parte
Do seu círculo
De amizade

Pessoas realmente
Honradas
Porque a honra
É um das virtudes
Maiores que lhes
Pertence

Vejo pessoas
Honestas, compreensivas
Amigas de verdade
Que estão conosco
Sempre nos momentos
Certos

Mas também
Vejo pessoas
Sofridas e magoadas
Que não têm
Mais esperança
E que se entregaram
Ao desânimo
Porque não têm
Mais forças
Para continuar

Percebo nelas
O traço da
Tristeza e da desilusão

E vejo pessoas
Que não conseguem
Se olhar no
Espelho
Porque ele lhes
Mostraria suas
Fraquezas e desejos
Não alcançados

Pessoas que não têm
Coragem de olhar
Pra dentro de si mesmas
Porque têm
Medo de sua própria
Realidade

Não têm capacidade
De enfrentar a SUA
Pessoa, como realmente
É

Pessoas cansadas
De caminhar,
Caminhar, caminhar
E não chegar a
Lugar nenhum

Talvez porque nem
Saibam o que realmente
Buscam da vida
E também porque
Temem o próprio objetivo

Porque esse objetivo
As faria repensar
Em tudo, e é muito
Difícil refletir
Sobre si mesmo

Vejo pessoas
Que fogem e fogem
Sempre do seu EU
Interior, porque
Esse EU
Muitas vezes
É tenebroso
Ou fraco diante
Das situações

Pessoas que fingem
Ser o que não são
Porque é mais
Fácil ser o que não
Se é de fato

Pessoas que não
Se buscam jamais
E se protegem
Sempre atrás
De uma máscara
Que é mais confortável
Que a sua própria
Identidade

Vejo pessoas
Que usam mecanismos
De defesa pra
Não sofrer, porque
Simplesmente estão
Sobrecarregadas de
Vicissitudes que as
Fazem ver o quanto
São vulneráveis
Diante de tudo
E de todos

Pessoas acomodadas
Que preferem continuar
Sua VIDINHA medíocre
A tentar uma experiência
Nova que até
As faria crescer
Como seres humanos
Que são

Mas é mais fácil
Continuar sendo
O que já é
Do que se transformar
Em um novo ser

E sinto tristeza
Por elas
Porque nunca
Sairão da mesmice
Nem deixarão
De ser apenas
Pessoas comuns
Que não têm
Papel relevante
Na sociedade
Em que vivem
E nem na vida
Dos que a cercam

Enfim, vejo pessoas
Apenas PESSOAS




Zair Batalha
12/10/2007



ZAIR BATALHA FERNANDES
Enviado por ZAIR BATALHA FERNANDES em 13/10/2007
Código do texto: T692871
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZAIR BATALHA FERNANDES
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 53 anos
43 textos (2817 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 12:24)
ZAIR BATALHA FERNANDES