Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DAS COISAS QUE NÃO ENTENDO



Ah! De amor não entendo
Vivo de amar o ar – respiro
Das coisas que não entendo
O amor é uma delas

Mistério que não se explica
Apenas sentindo, o amor deve ser assim
Cresce da noite para o dia
Em corações solitários

Em tudo há graça e harmonia
Inspiração em dias cinzentos
O amor traz luz e calor
Dissipa as trevas da solidão

Os olhos sempre brilhantes
Brilham o brilho do abstrato concreto
Aquece no frio com ternura singela
Traz sentido à vida

Ah! De amor não entendo
Vivo de amar o ar – respiro
Das coisas que não entendo
O amor é uma delas
Natalino Oliveira
Enviado por Natalino Oliveira em 11/11/2005
Código do texto: T70093
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Natalino Oliveira
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil
29 textos (2315 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:01)
Natalino Oliveira