Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

[Moinho de Palavras]

A palavra parte — a fratura expõe o ser —,
há uma inundação de vazio,
há a perda da claridade do olhar,
há a instalação da angústia!

Lugares, coisas, fenômenos
do simples ato de partir —
       um aceno de mão,
       uma estrada,
       a gare da Estação,
       o cais do porto,
       uma vendinha amarelada do tempo[fotografia?],
       a porteira,
       a batida da porteira, [certeza da ida...],
       as mãos desistidas,
       os braços caídos,
       o nó na garganta,
       o fim...

A palavra parte — é um fato;
na partida, a palavra parte,
parte o que não foi dito[o embargo da voz],
parte a despedida [o último beijo],
parte a esperança[a fratura...],
parte o sonho[a queda...],
parte o coração[que fica...]
parte o coração[que se vai...],
parte, parte, e parte...

Quem foi que partiu,
o que foi que se partiu?
E, no entanto, aí ficas,
de sonhos fraturados,
na janela, a olhar a rua vazia...

É tão suave a tua dor,
é tão curtida a tua tristeza,
é tão intenso o acalentar de momentos,
que fazes com o mundo um pacto de silêncio:
qualquer palavra é inútil,
pois qualquer palavra [te] parte...

E te digo: no sertão, a gente fala pouco,
pois sabe que a palavra é inútil
para mudar as pessoas e as coisas,
mas é muito esperta para moer,
moer de dor infligida, de mágoa aflita...
 
[O estupor de estar vivo, com os meus erros infestando-me os dias, os meus sonhos, é a pedra mó que me consome. E como sempre, eu não disse nada...]
_______________
[Penas do Desterro, 21 de outubro de 2007]
Carlos Rodolfo Stopa
Enviado por Carlos Rodolfo Stopa em 21/10/2007
Reeditado em 01/07/2012
Código do texto: T703753
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Carlos Rodolfo Stopa e o site http://recantodasletras.uol.com.br/autor.php?id=1377). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Rodolfo Stopa
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
979 textos (48684 leituras)
33 áudios (3319 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 10:40)
Carlos Rodolfo Stopa