Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha antítese

Eu te amo com a graça de uma criança
e com a dureza de um adulto
Te amo com a paciência de um velho
e com a inocência de um recém-nascido
Eu te amo como o sol ama a noite
como o cego ama a luz
Te amo como a vida ama a morte
como o louco ama a razão
Eu te amo tanto que parece mentira
Te amo tanto que parece desgraça
Esse amor que é tanto cura quanto praga
não some, mas consome e resume tudo em mim
Sofia Garden
Enviado por Sofia Garden em 21/10/2007
Código do texto: T703989
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sofia Garden
Teresina - Piauí - Brasil
97 textos (4336 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 20:55)
Sofia Garden