Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A cor da beleza é negra, verde e amarela.

A cor da beleza é negra, verde e amarela!



Quando você nasceu.
Concretizou-se o sonho de Deus.
A criação da beleza humana.
Foi essa fruto de uma vontade quase insana.

A busca do que pode ser mais belo.
Estava no poder daquele que é eterno.
Na busca, estudou elementos da natureza.
Esses que dão vida a sua beleza.

Ele estudou a beleza misteriosa da noite.
O seu brilho em meio à obscuridade.
Para chegar à cor que daria seu realce.
Notou que na noite, iluminada pela lua.
Havia uma certa feminilidade.
Essa. Que deveria ser sua marca em toda parte.

No balé semi-revolto da primavera.
Ele viu sua graça, alegria de uma era.
Viu na pressa quase morosa da correnteza.
Um rio dormente, mas ascendente, seria sua leveza.

No mar turbulento, agitado, exaltado.
Estava sua vitalidade.
Seu poder, sua ira, sua vaidade.
Nas matas se encantou com o verde.
Tinha que preencher seus olhos com ele.

Olhos que são a janela da sua alma.
Do tipo que transmite calma.
Estudando os frutos, provou da jabuticaba.
Concluiu então que a mesma doçura.
Na sua boca estava.

Na textura do mel e no aroma da rosa.
traduzia a maciez da sua pele.
Tudo isso seria sua criação mais onerosa.
Ele mesmo o disse: "obra igual não se repete".




Assim depois de muito tempo, depois de tanto buscar a formula perfeita. Esse colírio nos olhos do mundo, ele pode aplicar.
A beleza que ha em você não existe em nenhum lugar, é utópico o contraria se firmar. Pode passar séculos, milênios, a história vai guardar o seu lugar, esse que ficará institucionalizado, trazendo sua beleza do passado ao futuro, e na dança do tempo sempre será ritmo presente.
Músicas exaltaram sua beleza, poemas resgataram sua delicadeza, livros contaram suas faces, esculturas e pinturas registraram suas formas, sua graça, sua meiguice saltará as telas e vai fazer do espectador mortal um apaixonado, admirador inquebrantável da beleza que Deus projetou para ser símbolo do belo, do intocável, mas desejado, porem respeitado.
Assim Deus diante de sua engenhosidade, o mesmo deslumbrado, despontou esses argumentos endeusadores da sua maior criação. O ser perfeito por dentro e por fora, esculpido para ser a verdade dos que conseguirem entende-la como maior que tudo, e não somente como mulher. A mulher é mais que um simples ser, ela é a comunicação com o espiritual, com as forças que regem as dimensões, os caminhos do universo, pois a vida é criada em face da energia feminina.
É impossível com palavras de âmbito mortal, definir a grandeza da mulher, que só habita o plano terreno para tratar das negatividades dos pobres homens, mortais esses que pensão virtuosamente que estão no núcleo do universo.
Depois da verdade a mim traduzida, na minha até então pobreza de espírito, tento agradecer a esse Deus, que tanto tempo passei sem acreditar. Mas quando você pude enxergar, senti essa verdade nas minhas veias invadindo minha respiração, tirando-a, talvez para me castigar por sacrilégio ou algo assim.
Na minha ignorância espiritual, religiosa, tento agradecer rezando o que não sei rezar, me ajoelho rumo a qualquer direção, não sei se para o poente ou para o nascente, tudo isso para uma voz escutar confirmando o que eu já aceito como verdade, devido há uma mania mortal cada vez mais freqüente.
Toco al faias, tento voar sendo mais pesado que o ar, correr mais rápido que a luz, grito mais alto que eu posso, tudo para esse ser maior escutar, as minhas desculpas, a minha falta de alma, de amor, de ódio a mim mesmo.
Agradecer e lamentar para os demais, aqueles fracos que abusam do contato humano, aqueles que passam a vida sem regar as mulheres-flores, que maltratam as flores-mulheres.
Agradeço pela explosão de luz, que ocorreu na minha frente, a oportunidade de traçar para mim, o mistério da beleza feminina, poder capturar em meus olhos, em feixes claros e nítidos a essência da mulher. Essa que veio dessa forma, pele escura, cabelo crespo, olhos verdes, mesclando tudo que existe nas manifestações do belo, da natureza, das almas de outros planetas, sistemas maiores que o nosso.
Veio na forma da mulher negra de luz, dotada de movimentos, fluidos que entorpecem os mortais. Deus escolheu os trópicos, o Brasil como moldura, uma negra brasileira, para ser porta bandeira do criacionismo, de tudo aquilo que busca em sua referência, o belo que é sagrado.



Dhiogo Rezende.
chokito
Enviado por chokito em 12/11/2005
Código do texto: T70784
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
chokito
Recife - Pernambuco - Brasil, 32 anos
4 textos (157 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:22)
chokito