Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Somente Só



a solidão um éco profundo
mergulho submerso
num oco transverso
 
um martírio
um delírio
manifesto incabível
mistério absoluto
que há
que houve
que nunca haverá
 
esquinas tortas
abrem-se as portas
para becos imundos
fétidos
do mundo
que outrora
fora de auroras e brilhos meus
agora,
nada!
 
solidão apenas
 
e palavras...
Anamaria Moraes
Enviado por Anamaria Moraes em 27/10/2007
Código do texto: T711830

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anamaria Moraes
São Paulo - São Paulo - Brasil, 34 anos
12 textos (286 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:55)
Anamaria Moraes