Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

P. S.

Tantos anos mais tarde,
Vejo que aquele sentimento
Transformou-se em papel envelhecido,
Que amarelou de tanto esperar.
Vejo que tantas noites não dormidas,
Tantas lágrimas vertidas,
Tanta emoção represada,
Foram acumulando a gaveta do tempo,
Preenchendo algum armário,
Alguma prateleira, escondida pela timidez.
Tantos papéis empilhados e amarelados de espera;
Tantas expectativas sem expectador;
Tantas ilusões desiludidas;
Tantos anseios vencidos pelo cansaço.
Uma resma de cartas empilhando emoções,
Sentimentos e desilusões
Que jamais serão revelados,
Jamais serão concretizados,
Mas que também não serão queimados.
Estarão sempre lá,
Como testemunho mudo de um registro de tempo.
O amor cansa, mas não morre de cansaço;
Sobrevive silenciosamente latente,
escondido na memória do esquecimento.

P.S. O amor não desiste de existir.

 

Elizabeth F de Oliveira
Enviado por Elizabeth F de Oliveira em 28/10/2007
Código do texto: T713696

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elizabeth F de Oliveira
São Luís - Maranhão - Brasil
124 textos (9250 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 00:56)
Elizabeth F de Oliveira