Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DRIBLANDO O RELÓGIO

(Yara Nazaré-14/09/2002)

As horas passam
Não tenho pressa
Consigo parar e pensar
No muito que tenho a fazer...

Ouço o teu tique-taque,
Sonoro, ao querer me lembrar
Que o tempo urge passar
Mas dele quem cuida sou eu
Mesmo que eu saiba...
Ser tua pretensão, escravizar!

Na dança dos teus ponteiros
Embalo no ritmo e me vejo...
Atenta ao ver que consigo
Driblar teu tinir rotineiro.

Horas, minutos segundos
O que representam?
De ti não sinto medo
És apenas um instrumento do tempo
E eu,  ser de coragem guerreira.

Yara Nazaré
Enviado por Yara Nazaré em 29/10/2007
Reeditado em 29/10/2007
Código do texto: T715228

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Yara Nazaré
Brasília - Distrito Federal - Brasil
10 textos (442 leituras)
2 e-livros (701 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 12:09)
Yara Nazaré