Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Retalharrima

O concreto intimida
a lascívia folha te convida
e o devano tempo arrasta
Onde anda tua aurora?

As plantas desafiam
os olhos ardem secos
as mãos congelam na sala
O que perguntar agora?

Nada de beleza
talvez o cru anime
o verso feito de espinho
a falsa cor no cabelo
olhar pintado no espelho
o cheiro de gasolina
Onde esperar pela vida?

As doses de abstrato
desatam nós profanos.
As doses de absurdo
me fazem descer ao paraíso
O que fazer com as letras?

Entre dor, claridade, suicídio...
Só o passado ainda incomoda
Só o sentindo ainda alucina
Laís Romero
Enviado por Laís Romero em 30/10/2007
Código do texto: T716605
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laís Romero
Teresina - Piauí - Brasil, 31 anos
23 textos (700 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 18:09)
Laís Romero