Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Ceifadora

Seus olhos
Ferem o meu peito
Como faca d ’ água
Que me sangra a vida

A morte me parece calma
Como o vento que carrega a poeira
Levando a vida
Circulando a vida

Dizem de um ceifador
Que a vida corta com sua lâmina
O que corta mais é o seu amor
(ou a sua falta de amor)

Choro a morte de minha emoção
O couro e a carne me restam
Resta-me apenas a razão
Perdi aquilo que me sustenta

Seu cheiro que agora se vai
Nunca sairá do meu corpo racional
Aquele cheiro...

Vida minha vida
Onde estais
Roubada por ti
Ó bela ceifadora de corações

Me torturo tocando sua pele
Sentindo o seu cheiro
Aquele cheiro...

Seu sabor,
Roubo perfeito
Dos odores maravilhosos
Do amor
César Rezende
Enviado por César Rezende em 31/10/2007
Código do texto: T718271

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
César Rezende
Goiânia - Goiás - Brasil, 30 anos
31 textos (1150 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 16:07)
César Rezende