Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Preparação para a morte.


Vou da vida, diariamente,
passo a passo, me afastando.
Dos trinta livros que eu tinha
vinte e nove já vendi.
Meu lindo anel de brilhantes
inda agora estou rifando.
Vestidos caros, perfumes raros
tudo isso eu perdi.
Dos cem noivos que gostei
só de dez não me esqueci.
Vou pra morte caminhando
sem pensar no que ficou.
Já foi lavrada a sentença
nada a pode revisar.
Se vem a morte chegando 
o melhor é prreparar.
para o fim que se avizinha:
ir pela vida passando
bem de leve, levezinho,
como um sopro, passarinho.
Quando for chegada a hora
da esperada solidão,
terei ido sem tristeza,
sem ter lembrança deixado.
Se eu pudesse, também
não me levaria comigo,
pois das coisas que já tive
sou a que mais me incomoda.
Nessa vida parideira
de dores e desapontos,
mas estéril de esperanças,
eu fui betume, fui estrume.
Só não fui mulher feliz.

( do livro inédito de poesias: Herança)
Maria Olimpia Alves de Melo
Enviado por Maria Olimpia Alves de Melo em 01/11/2007
Reeditado em 01/11/2007
Código do texto: T719685

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para http://marilim.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Olimpia Alves de Melo
Lavras - Minas Gerais - Brasil
1107 textos (324201 leituras)
1 e-livros (258 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 10:15)
Maria Olimpia Alves de Melo