Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vasco da Gama ...

Ruge ó mar ... bravio e forte,
em prenuncio de vida...
Em prenuncio de morte,
na onda embravecida.

Malha na rocha danado,
mostrando a rebeldia...
Dum ser que está irado,
dum ser ... que a vida temia.

Ruge ó mar ... bravio e forte,
nessas ondas de brancura...
Para o homem é ruim sorte,
provar a tua loucura.

Mas o homem desafiou,
essa tua força ... ó mar.
Era Português ... e amou,
o prazer de te domar.

Ruge ó mar ... bravio e forte.
Em Sines ele nasceu,
sonhou na praia do norte.
Foi aí ... que te venceu...

Foi aí que ele pensou,
que o mar seria a estrada;
Por isso ele o dominou,
para ir a Índia sonhada...

Bravo capitão dos mares,
foi bem longe a tua fama;
Para teu nome gravares,
para sempre ... Vasco da Gama.

Hoje o mar ainda canta,
num rugido sem igual...
A coragem que o encanta,
das gentes de Portugal...


António Zumaia

Sines – Portugal
António Zumaia
Enviado por António Zumaia em 15/11/2005
Código do texto: T72022
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António Zumaia
Portugal
320 textos (20399 leituras)
71 áudios (5404 audições)
5 e-livros (1754 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:23)
António Zumaia