Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdão

Por tanto te amar e desejar
Te fiz minha prisioneira
Meu amor era como o mar
Maior que uma vida inteira.

Assim hoje te peço perdão
Amar-te foi minha emoção
Ferir-te não foi por intenção
Apenas não queria o teu não.

Se nunca pude me conter
O desejo era de enlouquecer
Tudo fiz para te agradar
A tudo deixei por te amar.

Assim hoje te peço perdão
Por acaso te tenha ofendido
Já que tudo fiz por uma paixão
Que me deixou quase perdido.
Augusto Canabrava
Enviado por Augusto Canabrava em 16/11/2005
Reeditado em 23/11/2008
Código do texto: T72297
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Canabrava
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
77 textos (10684 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:44)
Augusto Canabrava