Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sempre soube: Desde cedo, desde logo, desde sempre...

Sempre soube
Que seria sofrido, dolorido,
Mas, compensador e divertido

Sempre soube
Que iria gritar, esperniar e por vezes chorar
Mas, aprenderia lutar

Sempre soube
Que haveria riscos, inquietações
Mas, que seria a melhor das paixões

Quem disse que amar é fácil?
Quem falou que conviver é tranquilo?
Quem prometeu ser feliz para sempre?

Não quero facilidade, quero afetividade
Não desejo tranquilidade, quero voracidade
Não sonho com eternidade, quero liberdade.
Jaque Melo
Enviado por Jaque Melo em 09/11/2007
Código do texto: T730703

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jaque Melo
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
35 textos (2085 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 02:59)
Jaque Melo